Marcado com " Wordpress"

Análise do Redesign do Blog

Tabela de Conteúdos

  1. Redesign do Blog — Neces­si­dade e Visão
  2. Redesign do Blog — Funcionalidades

Quando decidi fazer uma alter­ação ao visual do blog, tomei uma série de pon­tos como refer­ên­cia. Que­ria não só dar um toque mais pes­soal ao design, tornando-o um pouco mais aprox­i­mado do tema e de mim, e que­ria criar algo visual­mente apel­a­tivo, com uma série de fac­tores que insti­gassem a acção.

Assim, e para perce­berem o meu raciocínio, escrevi uma série de arti­gos numa série e deixo uma análise de todo o processo, desde a análise de neces­si­dades, fun­cional­i­dades e de imple­men­tação, bem como o motivo por detrás de algu­mas opções, o que ficou imple­men­tado e o que cor­reu mal. Por último, defino o que podemos esperar num futuro próximo.

Nesta segunda parte, vou procu­rar explicar as fun­cional­i­dades necessárias que pro­curei dar a este blog, o que fun­cio­nou e o que ainda pre­cisa de algum tra­balho no blog para cumprir aquilo que deli­neei no início.

Con­tin­uar a ler… »


Aqui está (o que eu espero ser!) uma ver­são mel­ho­rada do Blog FreelancerDinheiro.com, com mais bling bling  como diz o Rui Unas.

Espero que gostem desta nova apre­sen­tação. Peço que, dado ainda não ter actu­al­izado todos os arti­gos, ten­ham um pouco de paciên­cia até todos estarem uni­formiza­dos. Em alter­na­tiva, podem me avisar daque­les que não apre­sen­tem uma forma cuidada ou falta de for­matação. À medida que vou colo­cando arti­gos novos, vou actu­al­izando os que estão ainda mal formatados.

Mais uma vez o meu obri­gado pela vossa par­tic­i­pação e acom­pan­hamento deste ponto de infor­mação para todos vós. Sem a vossa com­pan­hia, a minha von­tade em mel­ho­rar o blog não seria, cer­ta­mente, tão forte.

Um abraço e tudo de bom,

 


blogging!Muitas vezes falo na coerên­cia e na respon­s­abil­i­dade de um pro­jecto. E falo muito nisso, não tanto para vós, mas para mim mesmo.

Feitios são feitios e cada pes­soa é um caso. Posso con­fir­mar que não sou exac­ta­mente a pes­soa mais certa e mais ded­i­cada a um deter­mi­nada pro­jecto ou caso. A razão prende-se, quiçá, pela quan­ti­dade de inter­esses que pos­suo, e dedico nat­u­ral­mente o meu tempo.

Con­tin­uar a ler… »


Páginas:123»