Marcado com " proposta"

Refém profissional… ou Refém da minha própria ingenuidade, pode­ria ser outro título deste artigo.

A ver­dade é que a grande parte da culpa é minha.

Não vou ser pago uma grande quan­tia por tra­bal­hos efec­tu­a­dos, incluindo equipa­mento que eu próprio instalei dev­ido a um cliente caloteiro.

Como se chegou a este ponto ?
Con­tin­uar a ler… »


Um dos erros críti­cos do free­lancer que não está actu­al­izado, nos dias de hoje, é não ir preparado no con­tacto com os seus clientes. O modus operandi de qual­quer profis­sional é  ini­ciar um con­tacto, através de um email ou tele­fonema, mar­car uma reunião e apre­sen­tar os seus pro­du­tos e serviços.

O cliente mais directo pode per­gun­tar: o que é que isso me pode aju­dar ? Se não estiver preparado para respon­der a esta sim­ples questão, não está defin­i­ti­va­mente preparado para trans­for­mar este con­tacto num poten­cial cliente.

Con­tin­uar a ler… »


Eu, feliz­mente, tenho uma relação espe­cial com os meus clientes. Aque­les que já não são meus clientes, com­preendo já há algum tempo, foi porque não perce­bia como isto dos rela­ciona­men­tos com os clientes fun­cionavam e como isso afec­tava o meu tra­balho como Free­lancer. Muitas vezes tinha imen­sas difi­cul­dades em rece­ber o meu din­heiro a título de hon­orários sobre serviços presta­dos e pen­sava mesmo que ser Free­lancer em Por­tu­gal, para além das difi­cul­dades na per­cepção da fis­cal­i­dade e da lei, era sobre­tudo um prob­lema de men­tal­i­dade das pes­soas. E esta era a minha desculpa.

Mas tudo mudou na minha percepção.

Con­tin­uar a ler… »


Páginas:123»