Marcado com " Poupança"

Em Como evi­tar perder din­heiro com a saída do Euro, dei uma abor­dagem sobre os pos­síveis inves­ti­men­tos que pode­riam uti­lizar para evi­tar uma desval­oriza­ção do vosso património aquando a saída do Euro.

Ontem, após ter con­fer­en­ci­ado com um gestor bancário, tro­quei algu­mas impressões que me fiz­eram emen­dar um inves­ti­mento e acres­cen­tar outro, bem como as razões que iden­ti­fiquei para descar­tar este depósito em moeda estrangeira como sal­va­guarda dos vos­sos activos.
Con­tin­uar a ler… »


O cap­i­tal­ismo e o sis­tema finan­ceiro fazem parte da nossa vida, como tan­tas out­ras coisas. Às vezes, um raio atinge-nos e não sabe­mos bem o que nos acon­te­ceu. As par­cas expli­cações na tele­visão (aque­las que nos damos ao tempo de ver e ouvir) não con­seguem explicar tudo o que se passa — muito por culpa dos próprios entre­vis­ta­dos que tam­bém não sabem o que lhes aconteceu!

Assim, e como sou curioso por saber os raios económi­cos que nos atingem, orga­nizei um con­junto de vídeos que podem visu­alizar e enten­der mel­hor o fenó­meno do cap­i­tal­ismo e da crise. Con­tin­uar a ler… »


As notí­cias não param de chegar — a relação entre o Euro e Por­tu­gal pode estar prestes a chegar ao fim. A saída de Por­tu­gal do Euro até pode ser boa no longo prazo — eu até iria mais longe e diria que dessa maneira con­seguiríamos recu­perar a nossa autono­mia finan­ceira como política. De qual­quer maneira, o curto prazo estaria, ou estará, direc­ta­mente rela­cionado à perda de capaci­dade finan­ceira e poder de com­pra dos por­tugue­ses, bem como numa atribu­lada mara­tona na buro­c­ra­cia por­tuguesa em nor­malizar a sociedade e as tro­cas económicas.

E o que pen­sam vocês irá acon­te­cer se e quando aban­don­ar­mos o Euro ?

Con­tin­uar a ler… »


Páginas:12»