Novos talentosEm free­lanc­ing, espe­cial­mente em infor­mática, não é inco­mum surgir-nos pedi­dos fora do nosso âmbito. Quando os pedi­dos sobre uma mesma temática apare­cem peri­odica­mente, é um sinal do mer­cado de procura pelo qual a oferta não tem dado resposta, e onde, geral­mente, pode exi­s­tir remu­ner­ação acima da média. Mas se é algo fora do nosso âmbito, como avaliar essas opor­tu­nidades ?

Cos­tuma ser boa política seguir o mer­cado, que é onde se encon­tra o din­heiro. E como o free­lancer pode ser (e deve ser!) poli­va­lente, adop­tar mais valên­cias é sem­pre um bom sinal.

Então, para val­i­dar e agar­rar essas opor­tu­nidades, é impor­tante exe­cu­tar os seguintes passos:

1. Avali­ação da curva de apren­diza­gem da valên­cia da opor­tu­nidade;
2. Prospecção da temática face ao mer­cado actual;
3. Vis­i­bil­i­dade da valên­cia num currículo.

Avali­ação da curva de apren­diza­gem da valên­cia da oportunidade

Este ponto é impor­tante e trata-se do ROI da nossa nova com­petên­cia. Se a curva de apren­diza­gem for enorme, o retorno do nosso inves­ti­mento (ROI) diminui — demor­amos mais tempo a apren­der a capaci­dade.
Se a curva de apren­diza­gem for grande, o segundo ponto torna-se extrema­mente impor­tante.
Um exem­plo será um taxista (motorista de profis­são) avaliar a pos­si­bil­i­dade de se tornar um piloto de com­petição ou um motorista de car­rin­has de trans­porte de pas­sageiros. A curva de apren­diza­gem da primeira opção é maior do que a segunda opção.

Prospecção da temática face ao mer­cado actual

Se, no primeiro ponto, temos as “despe­sas”, do segundo ponto temos as “receitas”, ou seja, a real remu­ner­ação pela apren­diza­gem. A maior van­tagem em apren­der uma nova com­petên­cia é que o valor efec­tivo ou tem­po­ral das “despe­sas” é um valor pon­tual, dado que a apren­diza­gem maior é feita uma só vez.
Mas esse valor só vale real­mente a pena, a nível finan­ceiro, se as receitas real­mente com­pen­sarem. Assim, se o mer­cado tem uma procura maior que a oferta, e o mer­cado tende a man­ter esse desiquilíbrio num futuro próx­imo, é uma boa aposta em apren­der essa nova com­petên­cia.
É, então, impor­tante avaliar o valor dessa procura, através de análise através de sites ou cen­tros de emprego, bem como ofer­tas free­lancer nos clas­si­fi­ca­dos ou sites do género. Efec­ti­vando uma média dessas ofer­tas, con­seguimos saber quanto vale esta “aposta” na nova com­petên­cia.
Adop­tando o exem­plo ante­rior, muito emb­ora a com­petên­cia de piloto de automóveis seja mais bem paga, a procura é muito dimin­uta e lim­i­tada, ape­sar de bem paga, sendo bem mais provável exi­s­tir um ROI neg­a­tivo do que na adopção da segunda alternativa.

Vis­i­bil­i­dade da valên­cia do currículo

Qual é a vis­i­bil­i­dade desta nova com­petên­cia no nosso cur­rículo ? Tão impor­tante como os rendi­men­tos para um free­lancer é a vis­i­bil­i­dade do seu cur­rículo. Se o seu cur­rículo não incluir pro­jec­tos com grande vis­i­bil­i­dade no seu port­fo­lio, é mais difí­cil angariar bons pro­jec­tos, ou pro­jec­tos com bons rendi­men­tos.
Logo é bas­tante impor­tante, com a inclusão de novas com­petên­cias (e não só!), apre­sen­tar com­pro­v­a­tivos da mesma com­petên­cia.
No exem­plo apre­sen­tado, fotografias e videos do piloto de automóveis bem como do motorista de car­rin­has de pas­sageiros com­pro­vam efec­ti­va­mente a aquisição da dita competência.

Ava­lie bem o valor das novas competências!

Como con­clusão, a opor­tu­nidade de aquisição de uma nova com­petên­cia pode ser um hat-trick profis­sional, bem como um sucesso financeiro.

Recen­te­mente tive a opor­tu­nidade de efec­tuar esse hat-trick através de um pro­jecto de PHP-JSON, onde se tornou um sucesso profis­sional e pelo qual pude angariar a minha primeira valên­cia no freelancer.com.

E qual foi a vossa exper­iên­cia deste género ? Par­til­hem as vos­sas histórias.

Um abraço e tudo de bom,

0 comments