Esqueça os planos de negó­cio, os inves­ti­men­tos ini­ci­ais, o escritório, o soft­ware e os empre­ga­dos. Esqueça isso tudo. Só pre­cisa de si. E começar…

Quando digo isto, a maio­ria das vezes toda a gente diz que sim. Mas há um ou outro ilu­mi­nado que me per­gunta: mas começar… como ?

A esses eu indico um artigo do blog do mais con­hecido e-marketeer do momento — Seth Godin - cujo con­teúdo eu traduzo aqui:

Primeiro, dez

Isto, em duas palavras, é o seg­redo do novo marketing.
Encon­trar dez pes­soas. Dez pes­soas que con­fiam em si / respeitam-no(a) / pre­cisam de si / ouvem-no(a) …
Essas dez pes­soas pre­cisam o que você tem para vender, ou querem. E se elas ado­ram, você ganha. Se elas amam, elas vão cada uma achar para si mais dez pes­soas (ou cem ou mil, ou, talvez, ape­nas três). Repetir.

Se eles não ado­rarem, pre­cisa de um novo pro­duto. Começar de novo.
A sua ideia espalha-se. Seu negó­cio cresce. Não tão rápido quanto que­ria, mas mais rápido do que jamais pode­ria imaginar.
Esta abor­dagem muda a pos­tura e tempo de tudo o que faz.
Não pode mais pub­lic­i­tar para as mas­sas anón­i­mas. Elas não são anôn­i­mas e não são mas­sas. Só pode pub­lic­i­tar para pes­soas que são par­tic­i­pantes vol­un­tários. Como este grupo de dez.
O tim­ing sig­nifica que a idéia de um “lança­mento” e comu­ni­ca­dos de imprensa e das grandes inau­gu­rações são tudo uma lou­cura. Em vez disso planeje sobre a con­strução grad­ual que se trans­forma numa onda. Organize-se para isso e gaste din­heiro de forma ade­quada. O fato é que a curva de din­heiro gasto (grande dis­pên­dio e depois dis­per­sar) é pre­cisa­mente ao con­trário do que real­mente precisa.
Três anos a par­tir de agora, este con­selho será tão comum como é chato. Hoje, é quase cer­ta­mente o oposto do que está a fazer.

 

Um abraço e tudo de bom,

0 comments