Triplo SaltoSe há algo que me deix­ava pro­fun­da­mente frustrado e irri­tado eram as bar­reiras que me sur­giam sem­pre que me prop­unha a fazer algo. Qual­quer objec­tivo a médio e longo prazo, é rec­heado de peque­nas, médias e mon­stru­osas bar­reiras e obstácu­los. Tan­tas e tão vari­adas que nos deitam a desco­brir qual o seu propósito e para quê tan­tas difi­cul­dades. A nossa von­tade quase que é desi­s­tir do objectivo.

Se é isto que pensa, está na hora de mudar a sua visão. A bar­reira e o obstáculo estão lá pra um propósito definido: sep­a­rar a incon­se­quên­cia e a paixão.

Deixem-me mostrar-vos algo que aprendi recen­te­mente e que tem muita lógica.

A bar­reira, só por si, sep­ara o trigo do joio. Pense nesse objec­tivo: quan­tos já lá chegaram ?

Se for um objec­tivo sim­ples, acred­ito que muitos ten­ham lá chegado. Quanto mais com­plexo, mais difi­cil é de ter grandes mul­ti­dões a con­cretizar esse objectivo.

Então, afi­nal as bar­reiras são algo que ajuda a fil­trar quem real­mente merece atin­gir o objec­tivo. São como ali­a­dos a elim­i­nar a com­petição, se assim o podemos dizer.

Na ver­dade, sem­pre que vemos uma bar­reira e um obstáculo, a mel­hor maneira de pen­sar nela é: quero real­mente atin­gir este objec­tivo ? Quan­tos aqui chegaram e pararam nesta bar­reira ? Quan­tos mais irão parar ? Se eu ultra­pas­sar esta bar­reira, ficarei mais forte na minha paixão em atin­gir este objectivo!

Paredes!Obstácu­los e bar­reiras são mar­cos, mile­stones que podemos escr­ever nos nos­sos diários e que definem os finais das eta­pas nos nos­sos objectivos.

Se quis­er­mos fazer uma analo­gia engraçada, em todos os video­jo­gos existe um inimigo no final de cada nível. Esse inimigo é, regra geral, mais forte e nor­mal­mente pre­cisa de uma estraté­gia ade­quada para ser ven­cido. São os denom­i­na­dos BOSS dos níveis.

Con­sid­erem as bar­reiras e obstácu­los, BOSS dos vos­sos níveis e preparem-se pra eles. Estudem-nos e defi­nam uma estraté­gia para os der­rubar. Só vos tornarão mais fortes para os níveis seguintes.

Um última dica: escrevam um diário sobre o vosso objec­tivo. Só sobre esse objectivo.

Sem­pre que encon­trarem uma bar­reira, defi­nam como o fim de um capí­tulo, descrevam os obstácu­los e as bar­reiras que encon­traram e colo­quem todas as estraté­gias que uti­lizaram para os bater, mesmo as que não foram bem sucedidas.

Essas pági­nas irão valer mais do que ouro nos tem­pos vin­douros. Irão valer exper­iên­cia, munição e força para os próx­i­mos objectivos.

Bons pro­jec­tos!

0 comments