DicasHá pouco tempo dediquei um artigo a 9 dicas para o novo free­lancer. No entanto, e ape­sar de serem muito vál­i­das, achei que pode­ria melhorar.

Assim, andei de blog em blog desde esse dia, à procura dos mel­hores arti­gos, ou pelo menos, daque­les que mais sen­tido fariam para mim. Os prob­le­mas da vida que nos surgem, inven­ta­mos méto­dos para os resolver. Alguns desses méto­dos são anal­isa­dos con­scien­ciosa­mente. Out­ros acabam por se tornar parte de nós sem saber­mos. E estas dicas, algu­mas delas, tornaram-se parte de mim sem eu saber, mas identifiquei-as assim que as li. E achei extraordinário.

Assim de mim pra vós, em con­tagem decres­cente, da dica 10 à dica 1. Aqui vão:

10. Crie o seu negó­cio antes de aban­donar o seu emprego

Esta primeira dica é auto-explicatória. Ninguém dev­erá aban­donar o seu ganha-pão antes de con­struir uma alter­na­tiva. Certifique-se que os con­tratos e clientes que angariar nesse interim lhe darão tra­balho / din­heiro sufi­ciente para col­matar as suas despe­sas e fazer crescer o seu cabaz de poupança.

Esta dica foi extraída da lifehacker.org — Ver­são Orig­i­nal / Ver­são Traduzida .

Entulho09. Remova o “entulho” da sua vida

Desde prob­le­mas não resolvi­dos até aquele con­hecido que o chateia sem­pre para resolver coisas que não lhe inter­es­sam a mín­ima, há sem­pre entulho na vida de uma pes­soa. Faça uma lista do entulho que tem no momento e minimize-o. Entulho é fonte de stress e insat­is­fação na nossa vida.

Como iden­ti­ficar ? Sim­ples! Se há algo de que não gosta de fazer, não lhe traz bene­fí­cios nen­huns e tem maneira de evi­tar que surja, é porque é entulho.

Remover o entulho da sua vida, dá-lhe mais espaço. Espaço físico, quando o entulho é coisas que não pre­cisa, não usa e pode dispensá-las ou vendê-las, mas tam­bém pode ser emo­cional ou espir­i­tual, quando tem obri­gações ou cul­pas que não fazem sen­tido, não o aju­dam e ocu­pam espaço e tempo na sua vida. Pro­cure onde pode elim­i­nar esses ele­men­tos e sem dúvida que viverá uma vida mais sim­ples e feliz.

08. Crie um plano de esta­bil­i­dade pessoal

Depois da dica 09, esta é a linha a seguir para ter uma vida bem mais relax­ada. Um plano de esta­bil­i­dade pes­soal, de que se trata ? Se nós pen­sar­mos que temos partes da nossa vida que são instáveis, podemos ten­tar agir sobre elas.

O que pro­ponho, extraído de muitos fóruns de ajuda pes­soal entre out­ros, é a capaci­dade de parar­mos um pouco a nossa cor­re­ria e pen­sar­mos em gerar ideias que pos­sam trazer mais esta­bil­i­dade. Uma casa arru­mada está sem­pre pronta para rece­ber vis­i­tas. Uma vida arru­mada está sem­pre pronta para rece­ber novas experiências.

Defina o que pode fazer em relação à sua insta­bil­i­dade pes­soal e cal­en­darize essas acções. Marque-as no cal­endário para serem reais e terem uma data definida para se con­cretizarem. Pode não ser o lim­ite defin­i­tivo para elim­i­nar essa insta­bil­i­dade, mas terá dando um grande passo para uma vida mais estável e mais relaxada.

07. Aprenda a usar a regra 80/20

O Princí­pio de Pareto ensina que tudo na vida usa a regra de 80/20. 80% da riqueza está con­cen­trada em 20% da pop­u­lação, 80% do valor está con­cen­trado em 20% das tare­fas, etc. Provavel­mente estará a fazer mais do que necessário.

Preocupe-se em iden­ti­ficar os seus 20% que lhe trazem 80% do retorno e deixe o restante para ser exe­cu­tado por out­sourcers ou similar.

Siga a dica extraída do site de Scott Young para enten­der o que lhe digo — Ver­são Orig­i­nal / Ver­são Traduzida .

Stress06. Aprenda a lidar com o stress diário

Nem toda a pressão é má. Muitas vezes a pressão leva-nos a pro­duzir mais rap­i­da­mente. O prob­lema é que a pressão vai aumen­tando de vol­ume, se não con­seguimos resolver os prob­le­mas. Essa situ­ação leva-nos a um estado de sobre­car­regado (em inglês over­whelmed). Neste estado entramos numa fase que pre­cisamos rap­i­da­mente lib­er­tar vapor.

A primeira coisa a fazer neste estado é desligar-se. Desligue o telemóvel e o portátil e “vá pra fora, cá den­tro”. Vá para algum sítio onde fique sereno, mesmo que isso lhe traga com­pli­cações no futuro. É que nada é mais impor­tante que a sua saúde. E pense que, inde­pen­den­te­mente dos seus com­pro­mis­sos, você pode efec­ti­va­mente libertar-se deles. Basta querer.

Assim que mudar o seu estado de espírito em fase crítica, pense nos prob­le­mas e ava­lie aque­les que pode adiar, por um bom período. O tempo sufi­ciente para que con­siga lib­er­tar algum vapor dos prob­le­mas mais críti­cos. Se for necessário, fale com os seus clientes, ou quem quer que detenha o assunto ou assun­tos que o estão a deixar sobrecarregado.

Assim que deixar de estar sobre­car­regado, con­t­role os seus com­pro­mis­sos de modo a ter alguma folga. Ninguém con­segue viver sobre pressão sempre.

05. Foque-se na cri­ação de Valor

Não há ninguém que lhe com­pre nada, se não trouxer valor ao pro­duto. A cri­ação de Valor merece,  só por si,  um artigo definido, mas a definição é sim­ples: o seu cliente só ficará real­mente sat­is­feito se sen­tir que está a rece­ber muito mais de valor de um pro­duto do que o preço que pagou por ele.

Um exem­plo sim­ples de valor é esti­mar ini­cial­mente um orça­mento por volta dos mil euros, e na ver­dade, o orça­mento ser de 890 euros. Outro exem­plo é o cliente esperar da con­cretiza­ção de um pro­jecto numa sem­ana, tempo prometido por si, e entregar-lhe em 3 dias.

Podemos aumen­tar o valor de um pro­duto alterando os seguintes parâmet­ros: Custo, Qual­i­dade, Tempo, Imagem e Serviço.

Corrente04. Crie uma sequên­cia de suces­sos para o motivar

Li um post muito engraçado e moti­vador sobre as cor­rentes de sucesso que é, nada mais nada menos, o seg­redo de Jerry Sein­feld para o seu sucesso.

E o processo é sim­ples. Fazer uma cor­rente de suces­sos e não a que­brar. Muito emb­ora pareça aque­les emails abu­sivos e com­ple­ta­mente irri­tantes, o con­ceito faz sentido.

Grão a grão, enche a gal­inha o papo, uma viagem de mil quilómet­ros começa com um passo, entre tan­tos out­ros advér­bios pop­u­lares são o espelho desta grande dica. Mas se ela for medida, todos os dias, dará maior prazer e impulso de a con­cretizar.

Se tem pas­sos para dar todos os dias, faça o seu hoje, e mar­que num grande cal­endário de parede, com uma cruz a ver­melho. Faça todos os dias e veja a cor­rente crescer. Não a que­bre e esses pas­sos serão con­cretiza­dos no seu objec­tivo. Seja ele um pro­jecto, exer­cí­cio para se sen­tir mel­hor ou alguma outra coisa que deseje criar um hábito, faça-o sem que­brar a sequência.

Eu estou a aproveitar esta dica para não o deixar um só dia sem um artigo novo!

03. Crie um mantra pessoal

Será que con­segue criar um mantra pes­soal ? “Yes, we can” foi o mantra escol­hido por Barack Obama e foi tão usado e batido que gerou o primeiro pres­i­dente afro-americano. Só isto dev­erá dizer-lhe alguma coisa.

Os mantras exis­tem na mais vari­ada forma. Algu­mas orga­ni­za­ções adoptam:

Fed­eral Express: “Peace of mind”
Nike: “Authen­tic ath­letic per­for­mance”
Tar­get: “Democ­ra­tize design”
Mary Kay “Enrich­ing women’s lives”

O seu mantra deve ter 3 ou 4 palavras no máx­imo. Dev­erá impulsioná-lo para entrar no estado de espírito denom­i­nado “a Zona” e con­seguir ultra­pas­sar todos os obstácu­los que se lhe detiverem à frente.

Fale alto o seu mantra de manhã, ao acor­dar, sem­pre que encon­trar um prob­lema, sem­pre que se sen­tir irri­tado ou mesmo no duche. Faça um hábito de se recor­dar dele quando comem­o­rar um sucesso ou elim­i­nar um problema.

O seu mantra pes­soal trará grandes bene­fí­cios psi­cológi­cos e será uma exce­lente arma de arremesso con­tra os muros e as bar­reiras diárias.

02. Defina 3 a 5 coisas para fazer no dia seguinte

Ao invés de ter uma lista imensa de coisas a fazer, e sentir-se sobre­car­regado, escolha 3 a 5 coisas para fazer no dia seguinte. Certo é que sur­girão impre­vis­tos que irão aumen­tar a sua lista.

Se tornar os seus dias definidos com um objec­tivo à vista que é atingível, sentir-se-à mais sat­is­feito. Para além disso, se con­seguir exe­cu­tar tudo o que definiu e ainda pos­sui tempo, pode aproveitá-lo para sentir-se “à frente da corrida”!

Preguiça?01. Ataque a preguiça com um sprint

Há momen­tos em que temos aquela ener­gia que “con­duz”, onde está focado o espírito empreende­dor e esta­mos con­stan­te­mente “a empurrar o barco”. Há out­ros momen­tos em que esta­mos num ponto em que não con­seguimos pegar em nada. Alguns chamam preguiça, em inglês chama-se “pro­cras­ti­na­tion”, eu chamo-lhe falta de motivação.

Há muitos arti­gos sobre estes momen­tos e eu tenho a minha visão sin­cera sobre isso. Falta de moti­vação é algo que se con­segue elim­i­nar facil­mente, basta criar um sucesso num sprint.

Exam­ine a sua lista de afaz­eres. Concentre-se naque­les que não demoram tempo nen­hum, tipo alguns min­u­tos. Se só demora alguns min­u­tos, são sim­ples de exe­cu­tar e é mel­hor do que não fazer nada. Faça 1  desses. Se não se sente moti­vado depois, arrume a trouxa nesse dia. Ao menos já fez qual­quer coisa.

Mas a maior prob­a­bil­i­dade é que se sen­tirá ten­tado a exe­cu­tar mais uma. Pegue num outro pequeno afazer. Uma chamada, ou uma ida às com­pras, ou um pedaço de código de um pro­jecto, algo sim­ples e rápido mas que tem de ser feito, sem ligar muito às pri­or­i­dades. Assim que se sen­tir que já se encon­tra num estado de espiríto difer­ente, analise os prob­le­mas maiores e mais pri­or­itários: como pode par­tir esse prob­lema em pedaços pequenos, resolver em poucos min­u­tos esses pedaços  ?

Acred­ito que desta maneira será sim­ples destruir esse estado de espírito letár­gico e avançar para novos desafios e sucessos.

Um abraço e tudo de bom,

2 comments
Ricardo
Ricardo

Obrigado, Luís. O teu projecto skaphandrus.com também é muito interessante, tal que penso fazer uma review e abordar a maneira como o construiste, também em modo part-time, freelancing :). Um abraço

Luis Miguens
Luis Miguens

Muito bem Ricardo, estou a gostar de ver isto a crescer. E os conteudos são realmente interessantes...