Bóia de Salvação

Para equa­cionarem entrar numa car­reira de free­lance a full-time, têm de asse­gu­rar um cabaz de poupança que con­siga tomar conta de even­tu­al­i­dades no prazo de 6 meses.

Este plano é extrema­mente impor­tante dado ser a vossa bóia de sal­vação para os meses mais com­pli­ca­dos, enquanto não recebem os vos­sos hon­orários. As empre­sas em Por­tu­gal pagam em 67 dias em média, dados do INE de 2008.

Nessa sequên­cia, eu já tenho asse­gu­rado as min­has poupanças para um dia de chuva e gostava de par­til­har con­vosco aquilo que aprendi.

Em primeiro lugar, façam uma lista das vos­sas despe­sas actu­ais, tendo em conta as anu­ais, semes­trais,  trimes­trais e bimes­trais. Alguns exem­p­los são:

  1. Anual — Inspecção do automóvel, Imposto dos Esgo­tos, Con­tribuição Autárquica, Selo do automóvel, Seguro da habitação, etc
  2. Semes­tral — Seguro do automóvel quando definido semes­tral­mente, Seguros vários,  etc
  3. Trimes­tral — Con­domínio da habitação quando for um pré­dio entre outras
  4. Bimes­tral — Algu­mas fac­turas de serviços como a EDP, GDP, etc

Defi­nam quais as despe­sas con­sid­er­adas necessárias. A hipoteca da casa é con­sid­er­ada necessária. A gasolina, no caso de se pas­sar a ser um free­lancer, já não é necessária. As despe­sas do Despen­sário (Com­pras para a casa) é con­sid­er­ado uma neces­si­dade caso as suas refeições sejam feitas na sua residên­cia. No caso de pas­sar a ser free­lancer, despe­sas com refeições fora da residên­cia não são uma neces­si­dade. Siga este raciocínio.

Cabaz de Poupança

Vamos con­sid­erar a seguinte situação:

Despe­sas necessárias actu­ais ao nível men­sal (nível de vida médio)

  • Hipoteca, Con­domínio da Habitação e Seguro do Imóvel - 700€
  • Crédito Automóvel, Seguro e Gasolina — 275€
  • Fac­turas dos Util­itários (Elec­t­ri­ci­dade, gás, água, tv, inter­net, tele­fones) — 200€
  • Despe­sas com o despen­sário — 150€
  • Vários — 75€

Com tudo isto temos uma esti­ma­tiva pes­simista de 1400€ necessários por mês.

O nosso plano de poupança tem de asse­gu­rar 6 meses de inde­pendên­cia, o que equiv­ale a 8400€ no nosso cabaz de poupança.

O meu con­selho é :

  1. Faz­erem, via net (se não tiverem acesso à net no vosso banco, acon­selho seri­amente a pedi­rem um), agen­darem uma trans­fer­ên­cia automática de, se pos­sível, 200€ no dia a seguir a rece­berem o vosso venci­mento para uma conta do cabaz;
  2. Can­ce­lar todas as pren­das a famil­iares e ami­gos nos dois anos seguintes OU inventarem uma maneira genial e barata de pre­sen­tear os vos­sos famil­iares e ami­gos, e redi­rec­cionar o valor esti­mado dessas pren­das para a conta do cabaz — cerca de 50€ por pes­soa X 10/15 pes­soas — 500€ a 750€;
  3. Todos os paga­men­tos de tra­bal­hos exe­cu­ta­dos em regime de free­lance part-time redi­rec­cionar para a conta do cabaz;
  4. Aplicar suces­si­va­mente os val­ores do dito cabaz em depósi­tos a prazo de curta duração, de modo a ir rentabi­lizando, ainda que min­i­ma­mente, o valor da poupança;

Estas são as medi­das bási­cas mais pre­e­mentes que podem tomar em relação a uma poupança. Se tudo cor­rer bem e forem con­sis­tentes em 2 anos terão o vosso cabaz recheado!

Sugiro tam­bém que per­cam um pouco de tempo a anal­isar as vos­sas despe­sas e cri­arem um orça­mento para restringirem as vos­sas despe­sas - con­tro­lar o fluxo de saída do din­heiro é indispensável!

Uti­lizem uma folha excel para man­terem o rumo ou qual­quer um dos soft­wares abaixo (exis­tem out­ros que podem ten­tar encontrar!):

My Bud­get Planner

My Budget Planner

You Need A Budget

You need a budget!

Qual­quer uma das soluções é boa e simples.

Um abraço e tudo de bom,

0 comments